Preço da gasolina recua, mas Maranhão é um dos últimos a ter a redução nas bombas

O repasse no corte de impostos sobre a gasolina já tem efeito no preço em quase todo o país. Segundo levantamento feito pela ValeCard, na média, o preço do combustível caiu 1,6%, ou R$ 0,12 por litro. No Maranhão, que é contrário ao projeto que limita ICMS dos combustíveis, a taxa é de 28,5%.

O consumidor já percebeu o preço da gasolina recuou alguns centavos nos postos de São Luís, mas ainda assim, os gastos com combustíveis e derivados continua pesando no bolso da população.

Nos últimos dois anos, o Maranhão arrecadou quase cinco milhões de ICMS.

A lei que reduz a incidência de impostos sobre o preço da gasolina foi sancionada na semana passada, e a expectativa é de que impacto positivo para o consumidor continue sendo percebido.

Em nota, a Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz) informou que o Maranhão, assim como outros estados, vê a redução do ICMS como uma medida pouco eficaz para o real problema dos preços de combustíveis. Além de pouco eficaz trará um grande impacto para receita do Estado, que é voltada para aplicação de políticas públicas essenciais para a população maranhense. Mas afirmou que o Maranhão ainda está avaliando tal proposta em conjunto com os outros estados.