Sem Daronco, Fifa revela árbitros brasileiros para a Copa do Mundo no Catar

Pela primeira vez na história, o Brasil terá dois árbitros escalados para a Copa do Mundo. Serão eles: o paulista Raphael Claus e o goiano Wilton Pereira Sampaio, que farão suas estreias no mundial, que teve o agora comentarista Sandro Meira Ricci como representante brasileiro em 2014 e 2018. Ao todo, serão 36 árbitros na competição.

Além deles, outros cinco brasileiros estarão entre os 69 assistentes escalados. Bruno Boschilia, Rodrigo Figueiredo, Bruno Pires e Danilo Simon, além de Neuza Back, que será a primeira mulher brasileira escalada para uma Copa do Mundo. No VAR, o Brasil não terá nenhum representante.

Mas, uma ausência também surpreende, a do gaúcho Anderson Daronco. Um dos árbitros mais populares do País, Daronco também é um dos mais prestigiados e pertence ao quadro da Fifa desde outubro 2014.

Um dos motivos que podem explicar a ausência de Daronco é a arbitragem de Uruguai 1 x 0 Peru pela penúltima rodada das Eliminatórias, em Montevidéu, que gerou uma denúncia por parte dos peruanos junto à Fifa.

A Federação Peruana de Futebol reclama da não-validação de um gol do Peru em que a bola teria ultrapassado a linha. O VAR reviu o lance e confirmou a decisão de Daronco e assistentes de não dar o gol.