Recadastramento de beneficiários do CadÚnico vai até 5 de novembro na capital

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria da Criança e Assistência Social (Semcas), está reforçando o chamado das mais de 60 mil famílias beneficiárias do Cadastro Único (CadÚnico) para a atualização dos dados. O prazo final encerra no dia 5 de novembro. Os interessados devem procurar um dos 20 Centros de Referência de Assistência Social (Cras), conforme o bairro onde reside, de segunda a sexta-feira, das 8 às 17h, para não terem os benefícios suspensos ou bloqueados.

Em São Luís, são 73 mil famílias registradas no serviço, das quais 61 mil ainda não haviam feito a atualização cadastral até esta quarta-feira (20). Quem perder o prazo pode, entre outras perdas, deixar de receber o Auxílio Brasil – (programa previsto para substituir o Bolsa Família), além da perda de outros benefícios sociais. A atualização cadastral deve acontecer de forma contínua para garantir a qualidade dos dados, bem como, que as informações registradas na base do Cadastro Único estejam sempre de acordo com a realidade das famílias.

“É fundamental que as famílias forneçam as informações necessárias e atualizadas. E a Prefeitura está fazendo mais uma vez esse chamado. Para isso, montamos uma estrutura exclusiva com o intuito de atender o maior número de pessoas em nossa capital. O CadÚnico é a principal base de dados para concessão de benefícios como o Bolsa Família, Tarifa Social de Energia Elétrica, Carteira do Idoso, entre outros. Nós iniciamos essa convocação em agosto, visto que em função da pandemia, os números de atualizações caíram drasticamente. Nossa maior preocupação é assegurar que estas pessoas não tenham prejuízos”, afirmou a secretária da Semcas, Rosângela Bertoldo.

O CadÚnico é um conjunto de informações sobre as famílias brasileiras em situação de pobreza e extrema pobreza. Entre as informações registradas estão as características do domicílio, identificação de cada pessoa, escolaridade, situação de trabalho e renda.

Quando deve ser feita a atualização do CadÚnico?

A atualização deve ser feita sempre que houver alteração nas informações específicas da família, como composição familiar, endereço, renda, documentação do responsável familiar e série escolar, em caso de mudança de escola das crianças/adolescentes. Deve ser feita ainda, no prazo máximo de dois anos contados da data da última entrevista.

Para a atualização é necessário levar os seguintes documentos:

– Certidão de Nascimento

– Certidão de Casamento

– CPF

– Carteira de Identidade (RG)

– Carteira de Trabalho

– Título de Eleitor