Felipão deixa o comando técnico e encerra quarta passagem pelo Grêmio

Horas depois da derrota por 1 a 0 para o Santos na Vila Belmiro, o Grêmio anunciou que Luiz Felipe Scolari, um dos maiores ídolos da história do clube, não é mais técnico do time. Felipão encerra assim a sua quarta passagem pelo comando do Grêmio, onde ganhou um título Brasileiro, uma Copa do Brasil e uma Libertadores nos anos 90.

Ele chegou em julho de 2021 para substituir Tiago Nunes e conseguiu nove vitórias, três empates e nove derrotas no comando do tricolor gaúcho. Felipão deixa o Grêmio em situação dramática, na penúltima colocação do Brasileiro com 23 pontos.

Thiago Gomes será o técnico interino do Grêmio quarta-feira, contra o Fortaleza, pelo Campeonato Brasileiro. Veja abaixo o comunicado do Grêmio:

O Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense informa que, após reunião esta noite, chegou a um comum acordo com o técnico Luiz Felipe Scolari para o encerramento do vínculo. Felipão deixa o Grêmio com os auxiliares Carlos Pracidelli e Paulo Turra e o preparador físico Anselmo Sbragia.

Nesta quarta passagem pelo Tricolor, o técnico bicampeão da América tornou-se o segundo treinador com mais jogos à frente do Grêmio, completando 385 jogos na casamata. No último mês, perpetuou-se na história gremista ao marcar seu nome na Calçada da Fama.

O Clube agradece o comprometimento e respeito do técnico e sua equipe com a instituição durante o período de trabalho. Ao mesmo tempo, Luiz Felipe deixa registrado o seu agradecimento ao Grêmio: “e continuarei sendo gremista, como sempre fui e sempre serei”.