Featured Video Play Icon

A sexta-feira foi marcada com uma tempestade de areia no município de Grajaú, e especialistas associam o fenômeno ao período seco e a anomalias que tem ocorrido no Oceano Atlântico.

Para o meteorologista da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), Hallan Cerqueira, essas tempestades são tempestades comuns e devido o período seco, as características do vento faz a poeira levantar, pois o solo está seco. “Essa anomalia no Oceano Atlântico tem causado isso, pois o oceano tem enviado umidade para algumas regiões e tem acontecido esse tipo de fenômeno, o que não é normal nesse período do ano”, afirmou o especialista.

Além de Grajaú, o Maranhão já vivenciou recentemente fenômenos da natureza em outros municípios, como foi o caso de Imperatriz, que passou por uma chuva de granizo, e Caxias que apresentou chuvas anormais.

Outros fenômenos foram registrados no país nesta sexta-feira, como, por exemplo, São Paulo e Goiânia.

Uma tempestade de areia foi registrada nesta sexta-feira em Grajaú.