Acusado de matar Diogo Costa é condenado a 16 anos e seis meses de prisão

Raimundo Cláudio Diniz foi condenado a 16 anos e seis meses por homicídio qualificado por motivo fútil e mediante recurso que reduziu a possibilidade de defesa da vítima. Raimundo confessou na audiência que matou o publicitário com um disparo de arma de fogo.

Foram 10 horas de julgamento que foi acompanhado por familiares da vítima e acusado. No total, foram arroladas 10 testemunhas, sendo seis ouvidas, duas faltaram e outras duas foram dispensadas pela defesa.

Raimundo vai cumprir a pena em regime fechado. O juiz não concedeu ao réu o direito de recorrer da decisão dos jurados em liberdade, pois ele já cumpre pena por roubo.

O advogado de defesa solicitou aos jurados que retirassem as qualificadoras, e reforçou que o crime não teria acontecido por motivo fútil. A defesa vai recorrer da decisão.