Cinco suspeitos de envolvimento na execução de um detento em Pedrinhas são presos

A Polícia Civil do Maranhão deflagrou nesta quarta-feira (29), uma ação policial batizada de “Insidiae” com o único objetivo de esclarecer o assassinato de um detento dentro do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís. Na ação, foram executados cinco mandados de prisão preventivas contra internos suspeitos de participarem do crime.

Segundo a Superintendência Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (SHPP), o crime teria ocorrido no mês de março deste ano, onde os envolvidos, integrantes de uma facção criminosa com atuação em todo estado do Maranhão planejaram e assassinaram a vítima com diversos golpes de armas brancas artesanais no banheiro da quadra de banho de sol do complexo.

Ainda de acordo com superintendência, o crime foi uma forma de punição, após atribuírem a vítima a prática do homicídio de um integrante da facção ocorrido no ano de 2015. Os mandados de prisão foram expedidos pela Central de Inquéritos e Custódia da Comarca de São Luís.