Featured Video Play Icon

Não é de hoje que o assédio está presente nas relações de trabalho. Ao longo da vida profissional diversas situações podem ser identificadas como assédio. Saber quando ocorre e os tipos podem evitar esses episódios no ambiente de trabalho.

O advogado João Victor esteve no Programa Tudo de Bom e relatou os tipos de assédio alertando para o combate e reconhecimento dessas ações. “Existem diversos, o mais conhecido é o assédio sexual em que é praticado contra o superior hierárquico, a pessoa possui uma conduta inadequada em troca de uma promoção ou aumento de trabalho”, afirmou.

Um tipo não muito conhecido é o assédio moral por ser muito amplo e algumas vezes ser confundido com atos de gestão. De acordo com o advogado é normal o superior estabelecer metas e cobrar o funcionário pela função estabelecida. No entanto, essa cobrança precisa ser feita de maneira discreta, o que é totalmente diferente da cobrança na frente dos colegas de forma constrangedora e exaltada.

As diferentes situações de assédio possuem também procedimentos distintos depois que acontecem. No assédio moral, o profissional deve buscar o RH da empresa e relatar o que aconteceu e conversar com os colegas para identificar se a situação não foi reincidente. Caso não haja solução por parte da empresa, a vítima pode procurar o sindicato da categoria e se não existir, o Ministério do Trabalho ou um advogado específico pode ser acionado.

Já no assédio sexual, o procedimento é mais sério por se tratar de um crime. A vítima deve imediatamente procurar uma delegacia e registar um Boletim de Ocorrência, mas também recomenda-se buscar o RH da empresa. Em ambos os casos, é importante captar as provas seja fotos, conversas.