Polícia Federal desarticula organização criminosa que atua em garimpos do Maranhão

Nesta quarta-feira (15), a Polícia Federal (PF) deflagrou operação com o objetivo de desarticular organização criminosa que atua em garimpos ilegais de ouro, na região do município de Centro Novo do Maranhão. Segundo a PF, os investigados foram responsáveis pelo desmatamento ilegal de mais de 60 mil hectares de áreas para abertura de garimpos de ouro, sem qualquer autorização dos órgãos competentes.

Na ação policial foram cumpridos 19 mandados de busca e apreensão, além de cinco mandados de prisão preventiva nos estado do Maranhão e Pará.

Os investigados responderão pelos crimes previstos no Art. 2º, da Lei 8.176/91 (usurpação de bens da União), no art. 54, §2º, V (poluição), c/c art. 55 (mineração ilegal), ambos da Lei nº 9.605/98, art. 14, da Lei 0.826/2003 (porte ilegal de arma de fogo), bem como o art. 2º, §2º, da Lei nº 13.850/2013 (integrar organização criminosa), cujas penas máximas somadas ultrapassam mais de 20 anos.

Além disso, foi verificado que esses garimpos utilizam cianeto de forma massiva para extração do ouro, além do uso de mercúrio que tem causado grande poluição ambiental, inclusive do Rio Maracaçumé.