Hacker que atuava em Imperatriz é localizado e preso no Tocantins

Um integrante de uma quadrilha de hackers que atuava em Imperatriz , bem como em outras cidades do Maranhão e do Brasil, foi localizado e preso na cidade tocantina de Araguaína, na última sexta-feira (10).

Segundo a Polícia Civil, a prisão faz parte da segunda fase da “Operação Ostentação”, que ocorreu em Imperatriz no mês de dezembro de 2020, quando os envolvidos desviaram cerca de 13 milhões de reais do banco virtual Nubank.

Desde a deflagração da operação, já foram cumpridos mandados de prisão nos Estados do Maranhão, Goiás e Tocantins.

*Com informações da Polícia Civil do Maranhão.