Segundo informações do Bandeira 2, um homem identificado como Alan, suspeito de ter assassinado o ex-funcionário, se apresentou na Delegacia de Santa Inês na tarde da última quinta-feira (9) para prestar depoimento sobre o caso e foi liberado em seguida.

A Polícia Civil afirma que o suspeito não deu nenhuma justificativa para o crime cometido, e que está colhendo depoimentos para a investigação do caso. Segundo familiares da vítima, a vítima foi assassinada por cobrar os direitos trabalhistas ao ex-patrão.

Confira a reportagem do Programa Show do Bronca da TV Difusora em Santa Inês.