Featured Video Play Icon

Um dos suspeitos de participação na morte de dois vigilantes, que aconteceu no dia 25 de agosto na agência do Bradesco em Vitória do Mearim, foi baleado e morto em confronto com policiais da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC). Os outros três suspeitos estão sendo procurados pela polícia.

De acordo com as primeiras informações, ele morreu ao disparar diversas vezes contra os policiais da SEIC na cidade de Arari. Segundo informações, quando eles se aproximaram de um homem com características físicas do suspeito e em atitude suspeita, foi iniciada a tentativa de abordagem. Logo em seguida, ele sacou a arma e atirou contra a equipe.

“Nós somos preparados e revidamos, no sentido de preservar as nossas vidas e de populares que poderiam passar no local. Ainda socorremos e levamos ao hospital, mas ele não resistiu”, disse Ederson Martins, superintendente SEIC.

Foram apreendidos também duas pistolas e um revólver.

O crime

O assassinato dos dois vigilantes aconteceu na agência do Bradesco, no dia 25 de agosto. Os criminosos armados tentaram assaltar o banco e na troca de tiros mataram dois vigilantes da agência, identificados como Edson Nascimento Lima, de 40 anos e Kessio Carlos Fernandes Ribeiro.

Além disso, atiraram na cabeça de uma jovem conhecida como Yara, de 31 anos, que segue internada em São Luís. A polícia informou que quatro pessoas participaram diretamente desse ato criminoso.