Setembro Amarelo: conheça um pouco mais sobre a campanha

A Campanha Setembro Amarelo foi criada no Brasil em 2014, pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), em parceria com o Conselho Federal de Medicina (CFM). O dia 10 de setembro é oficialmente o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, mas a campanha acontece durante todo o ano.

Todos os anos, no Brasil, são registrados cerca de 12 mil suicídios. No mundo, esse número sobe para mais de um milhão. A campanha, portanto, é feita com o intuito de conscientizar sobre a prevenção ao suicídio, um tema que ainda é um grande tabu na sociedade.

Ao longo dos últimos anos, diversas escolas, universidades, entidades do setor público e privado e a população de forma geral se envolveram neste movimento. Monumentos como o Cristo Redentor (RJ), o Congresso Nacional e o Palácio do Itamaraty (DF) participaram da campanha colocando a cor amarela em suas construções.

Como surgiu a campanha no mundo

A campanha começou em 1994, nos Estados Unidos, quando um jovem chamado Mike Emme, de 17 anos, cometeu suicídio. Antes do ocorrido, o jovem havia restaurado um carro Mustang 68, e pintou o veículo de amarelo.

Durante seu velório, diversas pessoas próximas a Mike montaram uma cesta com cartões e fitas amarelas. A seguinte mensagem se destacou na homenagem ao garoto: “Se precisar, peça ajuda”. A história deste jovem foi o início do movimento. Com isso, o laço amarelo acabou sendo escolhido como símbolo da prevenção e da luta contra o suicídio.