PF cumpre nove mandados de busca e apreensão em Buriticupu e Amarante

A Operação Anhangá, que engloba as operações Ybirá e Prioristirio foi deflagrada pela Polícia Federal, ontem (24), continua em andamento na região tocantina, com o objetivo de combater crimes contra comunidades indígenas e cumprir mandados judiciais.

De acordo com a PF, estão sendo cumpridos nove mandados de busca e apreensão em Amarante do Maranhão e Buriticupu, com intervenções em serrarias e movelarias.

Até o momento, os resultados obtidos foram a inutilização de aproximadamente 250 toras de madeira, maquinários utilizados nas movelarias e serrarias irregulares, dois caminhões toreiros, um trator e apreensão de valores e armas.

Estão sendo empregados na operação 66 policias federais, em parceria com os órgãos Funai, Ibama, Ministério da Defesa, Força Nacional de Segurança Pública, Batalhão de Polícia Ambiental e Corpo de Bombeiros do Maranhão.

Nesta quarta-feira (25), será realizada, no auditório da Delegacia da Polícia Federal, em Imperatriz, uma entrevista coletiva com os ministros da Justiça, Anderson Torres, e o Ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, para a apresentação sobre os assuntos obtidos da operação em andamento.