Ministro anuncia 3ª dose para idosos acima de 70 anos e imunossuprimidos

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou nesta quarta-feira (25) a aplicação da terceira dose da vacina contra a covid-19, que deve começar a partir do dia 15 de setembro em idosos com mais de 70 anos e imunossuprimidos. Também está previsto para a mesma data a redução do intervalo da aplicação da segunda dose dos imunizantes da Pfizer e Astrazeneca de doze para oito semanas.

A decisão ocorreu em uma reunião do Ministério da Saúde na noite desta terça-feira (24), e foi anunciada pelo ministro logo depois em um encontro com jornalistas. De acordo com Queiroga, no dia 10 de setembro, a distribuição de imunizantes para a aplicação da primeira dose em toda a população brasileira com mais de 18 anos será finalizada, o que abre espaço para a antecipação e o reforço da vacina que foi anunciado.

A partir do dia 15 de setembro, vão começar a ser enviadas para os estados as vacinas para as doses de reforço para os imunossuprimidos que tenham tomado a segunda dose há pelo menos 28 dias, e para idosos com mais de 70 anos que tenham tomado a segunda há pelo menos seis meses.

A aplicação nos idosos seguirá a ordem do mais velho para o mais novo. O Ministério aguarda a conclusão de estudos para decidir como será a aplicação dessa terceira dose em profissionais de saúde e pessoas com menos de 70 anos.

*Com informações do Estadão Conteúdo.