Somente este ano 32 mulheres morreram vítimas de feminicídio no Maranhão

No Maranhão, somente este ano, 32 mulheres morreram vítimas de feminicídio. De acordo com a Casa da Mulher Brasileira, mais de 5 mil denúncias de violência doméstica já foram contabilizadas até o momento. Segundo a delegada Wanda Moura, a maioria dos crimes foi cometida por companheiros ou ex-companheiros que ainda não haviam sido denunciados por agressões contra as vítimas.

Nesta segunda-feira (23), Ederlene Ayres Lima foi morta com pelo menos 12 facadas pelo seu companheiro no bairro do Jardim Tropical em São José de Ribamar. A rotina de violência e abusos têm sido cada vez mais presentes nos lares maranhenses, que até o mês de julho já havia deferido 2.310 medidas protetivas às mulheres.

A indicação feita pela rede de proteção a mulher, é que vizinhos, amigos e parentes de mulheres em relacionamentos abusivos denunciem as agressões. Os relatos podem ser realizados de maneira anônima pelos números 190 e 180 no disque denúncia.