Organização registra 1º caso de covid-19 entre atletas dos Jogos Paralímpicos

O Comitê Organizador dos Jogos Paralímpicos de Tóquio-2020 anunciou nesta sexta-feira a detecção do primeiro caso de covid-19 entre os atletas que desembarcaram no Japão para participar do evento esportivo, que começará na próxima terça. A identidade do esportista e o país que representaria não foram divulgados, apenas que o resultado positivo foi apurado durante o período obrigatório de quarentena de 14 dias, antes da chegada à Vila Paralímpica.

De acordo com o boletim divulgado nesta sexta-feira pela organização dos Jogos Paralímpicos de Tóquio-2020, o atleta é uma das 12 pessoas que tiveram a infecção pelo novo coronavírus notificada pelos organizadores. Três delas são pessoas que chegaram do exterior.

Na quinta-feira, já havia sido informado um caso positivo para covid-19 dentro da Vila Paralímpica – a única até o momento -, mas que não era de um esportista inscrito para participar dos Jogos.

Dos 12 casos detectados nesta sexta-feira, foi informado dois são funcionários da própria organização e um é integrante de veículo de imprensa credenciado para a cobertura do evento.

O Japão está em estado de emergência por causa da pandemia do novo coronavírus e decidiu na última segunda-feira que a Paralimpíada de Tóquio-2020 será realizada sem a presença de público, tal qual a Olimpíada, que teve seu encerramento no último dia 8. O evento será ainda mais rigoroso com relação a exceções e a organização pede que o público não compareça a eventos de rua.

A medida foi motivada pelo aumento de infecções pela covid-19 nas últimas semanas no Japão. O número disparou no país durante os Jogos Olímpicos e a organização tenta proteger os paratletas, que fazem parte do grupo de risco para a doença.

O início da Paralimpíada de Tóquio-2020 está marcado para a próxima terça-feira. Cerca de 4.400 atletas de aproximadamente 160 equipes vão participar da competição.