Equipamento moderno auxilia rede de saúde para prevenção ao câncer de mama

No Maranhão, um novo equipamento tem auxiliado na prevenção do câncer de mama de forma rápida e indolor. É o aparelho de mamografia ‘Linda’, plataforma de auxílio à detecção da doença que já está sendo usada em quatro unidades da rede da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

O aparelho usa uma técnica de diagnóstico não invasivo, a termografia, e permite que os profissionais de saúde visualizem e quantifiquem as mudanças na temperatura da superfície da pele das pacientes, por meio de raio infravermelho. O exame é indolor e não oferece qualquer risco à saúde da mulher, indicado também para mulheres abaixo de 40 anos, ampliando ainda mais o cuidado. 

O diagnóstico com o equipamento é ofertado nas policlínicas do Idoso (São Luís), de Presidente Dutra, de Santa Inês e na Maternidade Humberto Coutinho, em Colinas. As unidades são gerenciadas pelo Instituto Acqua. 

A Policlínica do Idoso, em São Luís, foi a primeira a receber o equipamento, no dia 1º de julho. A unidade de saúde oferece assistência a pessoas idosas, a partir dos 60 anos. “A prestação de atendimento com esse aparelho é muito importante para nós idosas, pois a gente já tem uma noção se está tudo bem. Aqui em São Luís, o único local que sei que tem o equipamento é aqui na Policlínica do Idoso”, declarou Leonilda Andrade, 62 anos.

Ainda no mês de julho, o equipamento chegou à Maternidade Humberto Coutinho, na cidade de Colinas. “O equipamento veio atender uma necessidade muito importante na assistência às mulheres daqui, que não tinham acesso gratuito ao exame”, disse Otoniel Damasceno, diretor-administrativo da maternidade. A unidade já realizou 22 exames, que são feitos às sextas-feiras, após consulta com ginecologista.

Nas unidades, enfermeiros e técnicos de enfermagem são os profissionais responsáveis por realizar o exame, como explica o coordenador de enfermagem da Policlínica de Presidente Dutra, Francisco Mariano. “As pacientes que chegam com solicitação de ultrassom de mama e aquelas que realizam consulta com a ginecologista da unidade já fazem o exame aqui mesmo, de forma muito prática. Um dos benefícios é que o aparelho não tem a radiação dos mamógrafos de tecnologia mais tradicional. Você pode diagnosticar uma lesão nas mamas inclusive em mulheres bem mais jovens, uma chance maior de prevenção”, explicou.

Os atendimentos na Policlínica de Presidente Dutra e na Policlínica de Santa Inês iniciaram em agosto. Em Presidente Dutra, já foram realizados mais de 73 exames. Em Santa Inês, foram 15. Outro fator positivo é a praticidade no uso. O equipamento pode ser transportado para qualquer lugar onde haja cobertura 3G. 

O ‘Linda’ foi criado para somar ao que já existe, com o foco de aprimorar ainda mais o combate do câncer de mama, sem ter a pretensão de substituir a mamografia. Com esta inovação, será prestado serviço de qualidade para ajudar a melhorar o sistema de combate a esta doença que ainda é a que mais mata mulheres no Brasil e no mundo.