Cachorro arrastado por motociclista segue internado sem previsão de alta

Segue internado em uma clínica veterinária e sem previsão de alta o cachorro que foi arrastado por um motociclista na noite desta quarta-feira (18), em São José de Ribamar. De acordo com o proprietário da clínica, o quadro do animal é estável, mas ele seguirá internado, sem previsão de alta.

Segundo o Policial Militar, Edson Igor, que flagrou e deu voz de prisão ao motociclista, o cachorro estava sendo arrastado por uma corrente “Era por volta de 21h, eu estava de folga voltando para casa quando vi o animal sendo arrastado pela moto com uma velocidade acima do normal. De imediato identifiquei ali um crime de maus-tratos, ele fugiu e iniciei uma perseguição, onde consegui interceptá-lo com a ajuda de moradores. Me identifiquei como policial e o informei sobre a prática criminosa, perguntei-lhe sobre o motivo de está fazendo aquilo e dei voz de prisão”, afirmou.

Vale lembrar que este é primeiro caso de prisão em flagrante por maus-tratos no Maranhão. A pena poderá ser de dois a cinco anos de reclusão, além de multa e a proibição de guarda, como consta na Lei 14.064/2020.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, o suspeito foi encaminhado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas e está a disposição da Justiça para as medidas cabíveis.