Polícia prende terceiro investigado na morte de médico em Imperatriz

A Polícia Civil deu cumprimento ao mandado de prisão temporária contra o terceiro investigado na participação no homicídio que teve como vítima o médico Bruno Calaça Barbosa, ocorrido no dia 26 de Julho deste ano, em uma boate localizada no bairro Beira Rio, em Imperatriz.

O investigado que é empresário, se apresentou na sede da Delegacia de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) de Imperatriz na presença de seu advogado.  O empresário foi identificado nas imagens de câmeras de segurança do local onde ocorreu o crime, conversando minutos antes com os dois outros investigados de participação na morte do médico, entre eles, o autor do disparo fatal, o soldado da PM, Adonias Sadda.

O caso segue em investigação no intuito de buscar mais esclarecimentos sobre o crime. O preso desta quarta-feira(11), está na Unidade Prisional de Imperatriz, onde se encontra à disposição da justiça.