Em 100º jogo na Libertadores, Atlético-MG vence River na Argentina

O Atlético-MG deu um passo importante rumo à semifinal da Libertadores. Nesta quarta-feira (11), o Galo derrotou o River Plate (Argentina) no Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, capital argentina, por 1 a 0, no duelo de ida do confronto pelas quartas de final. Foi a centésima partida dos mineiros na história da competição sul-americana.

O Alvinegro tem a vantagem do empate na partida de volta, na próxima quarta-feira (18), às 21h30 (horário de Brasília), no Mineirão, em Belo Horizonte. Os argentinos precisam vencer por dois gols de diferença ou por um de saldo a partir de 2 a 1, devido ao critério dos gols marcados fora de casa. Caso o River devolva o 1 a 0, o confronto será decidido nos pênaltis.

O equilíbrio deu a tônica do primeiro tempo, com uma chance real para cada lado. Aos 23 minutos, o lateral Fabrizio Angileri avançou pela esquerda e o goleiro Everson, com a ponta dos dedos, desviou a bola para a trave. A resposta do Galo veio aos 36. Na área, o atacante Eduardo Vargas não dominou o passe do lateral Mariano, mas a bola sobrou para o meia Matías Zaracho chegar batendo próximo à marca do pênalti, à direita da meta.

O Atlético-MG retornou melhor do intervalo. No primeiro minuto, o lateral Guilherme Arana cruzou da esquerda, Vargas desviou quase na pequena área e o goleiro Franco Armani, no canto direito, evitou o gol. Em meio à pressão alvinegra, os argentinos tentaram reagir em uma batida perigosa do atacante Braian Romero, da entrada da área, que Everson se lançou à direita para salvar. Na sequência, Zaracho cruzou pela direita, o atacante Hulk ajeitou e o meia Nacho Fernández, ex-River, soltou a bomba para abrir o marcador, fazendo valer a lei do ex.