Vagão de Trem de Passageiros será o novo atrativo da Reffsa

Nesta terça-feira (03) um vagão que circulou na estrada de Ferro Carajás na década de 80 e 90 foi instalado na área da antiga REFFSA (Rede Ferroviária Federal S.A) e passará a ser a nova atração para os visitantes do Museu Ferroviário, na Beira Mar no centro de São Luís. O vagão com 26 metros de extensão e 44 toneladas foi doado pela Vale ao Governo do Maranhão.

O vagão será restaurado pela mineradora e deverá ficar pronto até o mês de Dezembro, onde servirá como local de visitação e de amostras. Durante o desembarque cerca de 30 colaboradores participaram da manobra de parte do trem.

O secretário de Estado da Cultura (Secma), Anderson Lindoso, comemorou a doação, já que o novo atrativo vai ampliar as possibilidades de transmissão da história ferroviária no Maranhão, narrativa que tem como uma das protagonistas a Estrada de Ferro Carajás.

“Nós estamos aqui hoje recebendo esse vagão da empresa Vale que vai compor o cenário do Museu Ferroviário do Maranhão. Aqui, além de nós podermos ver o vagão, nós poderemos entrar para interagir e conhecer mais sobre a história da ferrovia e como essa ferrovia é importante para o escoamento da produção do país inteiro”, avalia Anderson Lindoso.

Localizado em um dos mais belos cartões-postais de São Luís, o Museu Ferroviário e Portuário do Maranhão está aberto à visitação de terça-feira a domingo, das 14h às 18h.O prédio da Reffsa foi inaugurado em novembro de 2020, após um longo processo de restauração, abrigando o Museu Ferroviário e Portuário do Maranhão, polo tecnológico para desenvolvimento de startups.