Featured Video Play Icon

O soldado da Polícia Militar, Adonias Sadda, foi preso no final da tarde desta quarta-feira (28) na casa do seu advogado, em Imperatriz. Os policiais cercaram o imóvel e cumpriram o mandado de prisão temporária.

De acordo com a polícia, o soldado informou que o tiro que acertou o peito do médico foi de forma acidental e que não tinha a intenção de matar. Logo após do depoimento, ele foi encaminhado para o IML de Imperatriz para realização do exame de corpo de delito.

Agora, o policial será ouvido pela Delegacia de Homicídios e permanecerá preso no 3º BPM de Imperatriz. A polícia estuda a possibilidade de encaminhar o soldado para a capital.