Campanha Jullho Amarelo reforça prevenção às hepatites virais no estado

O Governo do Maranhão realiza, a partir desta segunda-feira (26), uma programação que inclui ações de prevenção, conscientização e vacinação contra as hepatites virais. As atividades, que integram a campanha Julho Amarelo, acontecem até sexta-feira (30) e serão executadas pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio do Departamento de Atenção às IST/AIDS e Hepatites Virais.

“É uma campanha que amplia o alcance da informação sobre a prevenção, o diagnóstico e o tratamento contra a doença. É uma oportunidade para intensificar as ações realizadas pela secretaria ao longo de todo o ano e em todo o estado e para levar às pessoas as formas e a importância de prevenir contra as hepatites virais”, destaca o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.  

A programação do mês de luta contra as hepatites virais inclui a oficina virtual de Atualização do Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas das Hepatites Virais, na segunda-feira (28); a inauguração da Referência Estadual das Hepatites Virais, com dia D na Policlínica Diamante com testagem rápida e imunização, na quarta-feira (28), quando também acontece o Webinário Estadual “Contexto atual das Hepatites Virais no Maranhão”.  

No encerramento, na sexta-feira (30), será realizada uma oficina virtual sobre Fluxo da Imunoglobulina e imunização para as hepatites. A ação conta, ainda, com atividades nas policlínicas Diamante, Cidade Operária, Cohatrac, Vinhais e do Idoso, em São Luís, e dos municípios de Santa Inês, Barra do Corda, Lago dos Rodrigues e Matões do Norte. 

A programação nas unidades inclui rodas de conversa, distribuição de camisinhas, lubrificantes e materiais educativos, palestras, realização de testes rápidos, vacinação, blitzes educativas, atendimentos em Psicologia, dinâmicas, oficinas e capacitações.  

As hepatites virais são doenças que provocam inflamação do fígado. Na maioria das vezes, não existem sintomas e as hepatites passam despercebidas. Somente com exames de sangue específicos é possível confirmar a doença. Quando apresentados, os sintomas são: febre, cansaço, fadiga, vômitos, pele e olhos marejados, urina escura e fezes claras.  

Para combater a doença, a Secretaria de Estado da Saúde, para além da campanha Julho Amarelo, tem executado junto aos municípios ações como a descentralização e distribuição dos testes rápidos, preservativos, gel lubrificante, penicilina, além de medicamentos para infecções sexualmente transmissíveis e infecções oportunistas.  

O Estado, através do Departamento de Atenção às IST/AIDS e Hepatites Virais da SES, também tem distribuído antirretrovirais, leite para crianças exposta ao HIV e medicamentos para as Hepatites Virais e capacitado profissionais de saúde dos municípios, além de realizado ações educativas de prevenção