Adolescente em atendimento na Funac tem sonho profissional realizado

A presidente da Fundação da Criança e do Adolescente (Funac) e o Instituto Embelleze entregaram a um adolescente que cumpre medida socioeducativa, uma bolsa integral para curso de barbeiro e um kit com material para prática em barbearia. O curso oferecido pelo Instituto terá duração de cinco meses, com aula uma vez por semana. Participaram da entrega a presidente da Funac, Sorimar Sabóia, diretora do Instituto Embelleze Ana Karine Montelles, técnico da Dirtec e equipe do Centro Socioeducativo do Vinhais.  

A presidente da Funac, Sorimar Sabóia, considera como avanço ter um adolescente em condições de realizar um curso externo e agradece a empresa por disponibilizar esta vaga, sendo um curso sem ônus para a instituição. “Com esta entrega, o adolescente poderá praticar e ter sucesso no curso e na profissão, assim como realizar o seu sonho de ser barbeiro, ter renda e contribuir para sua sobrevivência. Destacamos como importante a parceria com setor privado, porque é motivo de responsabilização social. Eles conseguem compreender essa necessidade, o seu papel no sistema, e dar oportunidade aos adolescentes no setor privado, com empregos e as formações que tanto precisamos. Com isso, queremos ampliar estas parcerias”, reforça.

A diretora do Instituto Embelleze, Ana Karine, esclarece que atendeu com satisfação a proposta de receber um adolescente da Funac, para profissionalização no curso de barbeiro. “Estamos felizes com essa nova parceria e de braços abertos para ajudar, esperamos que mais empresas se espelhem nesta iniciativa e colaborem para que outros jovens tenham oportunidades. Se cada um fizer um pouco, ampliaremos as chances destes jovens terem sucesso na vida”, comenta.  

O adolescente contemplado com o curso de barbeiro fala da emoção em poder receber a bolsa e o kit, e assim poder realizar seu sonho. “Este sempre foi meu desejo, aqui tive a oportunidade de praticar e espero me especializar, pois sempre pensei em montar meu próprio negócio. Agradeço à Funac que acreditou no meu sonho e agora posso realizá-lo”, agradece.

A diretora Josenilde Diniz fala dos desafios da geração de trabalho e renda no ambiente socioeducativo. “Essa possibilidade do adolescente de ser preparado pelo instituto vai garantir que ele tenha uma abertura para inserção no mercado de trabalho. Para nós, é motivo de orgulho, devido as habilidades que ele já tem como barbeiro e irá aperfeiçoar com o curso profissionalizante. A equipe tem preparado o adolescente para este momento, intensificando o atendimento, visto que, por ser um direito garantido, e como uma oportunidade de mudança de vida. Faz parte do seu Plano Individual de Atendimento (PIA), conforme preconiza o Sinase”, reforça.