Decisão do Campeonato Maranhense terá presença de público

Após um longo período afastado dos estádios, devido à pandemia do novo coronavírus, o torcedor foi liberado pelo Governo do Maranhão para acompanhar a decisão do Campeonato Maranhense, que será disputada entre Sampaio e Moto Club.

Seis mil pessoas poderão acompanhar a final, com várias determinações que deverão ser seguidas tanto pelos clubes, como pela Federação e também pelo público. A torcida autorizada é relativa a 15% da capacidade do Estádio Castelão.

Para garantir o distanciamento, as fileiras serão utilizadas de forma alternada, tanto para os lados direito e esquerdo, como para as partes da frente e de trás. Só serão permitidas pessoas com idade a partir de 16 anos. Além disso, cada torcedor deverá apresentar comprovante de testagem para Covid-19 com resultado negativo, seja do tipo antígeno ou PCR, efetuado até 48 horas antes do jogo, ou cartão de vacinação com pelo menos uma dose da vacina aplicada.

Os ingressos deverão ser vendidos até a véspera do evento, não será permitida a comercialização deles na entrada do estádio no dia do jogo. Ao chegar ao portão, o torcedor deverá higienizar as mãos com álcool em gel por meio dos totens instalados no espaço, além de ter a temperatura corporal aferida.

Para monitoramento dos torcedores, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) criou um banco de dados que estará vinculado aos pontos de venda de ingressos. Assim, o torcedor que comprar o ingresso, terá nome e demais dados de identificação automaticamente inseridos no sistema do ConectaSUS, suporte tecnológico que monitora as informações em Saúde no estado. Isso possibilitará ao Governo do Estado maior rapidez na busca de pessoas que por ventura apresentem sinais de contaminação após a partida, garantindo a elas atendimento e tratamento em tempo hábil, e aos seus contatos também.

De acordo com o secretário de Estado do Esporte e Lazer (Sedel), Rogério Cafeteira, o protocolo elaborado deverá ser respeitado. “Importante destacar que quem comparecer ao estádio, os que gostam de futebol e do seu time, tenham consciência para cumprir o que foi determinado. É com base nesse teste que serão analisadas as oportunidades para que mais pessoas participem, por isso a necessidade de cada um fazer a sua parte para a abertura, ou não, de novas oportunidades de público em eventos esportivos”, disse.

Para esta partida, as torcidas organizadas não poderão participar, apenas torcedores comuns, que serão divididos em arquibancadas de acordo com o clube de futebol que torcem. As determinações sanitárias também serão exigidas às autoridades que quiserem ter acesso ao jogo. Profissionais dos setores alimentícios dentro do estádio também deverão estar testados e com resultado negativo ou ter recebido a primeira dose da vacina contra a Covid-19.

Para o presidente da Federação Maranhense de Futebol (FMF), Antônio Américo Gonçalves Lobato, é uma conquista importante. “Se der certo, e as pessoas colaborarem, com certeza teremos uma volta gradual dos torcedores ao estádio e que pode acontecer durante todo o ano. No país, o Maranhão é o primeiro nesta iniciativa, que se seguida com rigor, o colocará novamente como exemplo positivo para o Brasil”, enfatizou.

Regras

O uso de máscaras é obrigatório, sob pena de remoção dos torcedores que descumprirem a diretriz. Também não será permitida aglomeração no entorno do estádio. Uma vez que o torcedor, com seu ingresso e documentação em ordem, passar na triagem, ele não poderá sair do estádio. Uma vez que, por quaisquer motivos, ele precise se ausentar, não poderá retornar. Equipes da Federação Maranhense de Futebol e Vigilância Sanitária farão a fiscalização durante o evento.