“Não temos uma explosão de casos, mas mantemos prudência e cautela”, diz Flávio Dino

Nesta sexta-feira (23), o governador Flávio Dino realizou coletiva para falar sobre a situação da pandemia no Maranhão. Além de prorrogar as medidas em vigor no Maranhão até o dia 02 de maio, Dino falou sobre leitos, vacinas e taxa de infecção. “Não temos uma explosão de casos, mas mantemos uma atitude vigilante, de prudência e cautela, e isso quero transmitir a população maranhense”, destacou.

Os eventos continuam suspensos, os supermercados podem ficar abertos de 6h às 0h e os bares e restaurantes até as 22h. Além disso, igrejas, supermercados, academias e salões seguem com 50% de ocupação. Seguem afastados do trabalho os profissionais que fazem parte do grupo de risco no setor público e privado e a administração pública com o funcionamento no ritmo de rodízio.

Além da manutenção das medidas, o governador comemorou a quantidade de operações de fiscalizações realizadas pela Vigilância Sanitária, que chegou a 10.065 desde o início da pandemia.

Flávio Dino aproveitou a oportunidade para divulgar a prorrogação do prazo para o pagamento do ICMS, que de acordo com o novo calendário, ficou o mês de março para ser pago em agosto, o de abril em outubro e o de maio para dezembro.

Vacinas

Flávio Dino informou que já recebeu do Ministério da Saúde 1,5 milhão de doses da vacina e distribuídas 1,31 milhão de doses aos municípios. Agora, o estado chegou a marca de 1 milhão de doses aplicadas. Na próxima semana, o governo enviará novas doses de vacina somente para os municípios que aplicaram 75% das doses ou mais e, na semana seguinte, a meta aumentará para 80% ou mais.