Profissionais da Saúde Indígena são indiciados por desviarem vacina da Coronavac

A Polícia Federal (PF) indiciou dois profissionais da Saúde Indígena, em Barra do Corda, por desvio de doses da vacina Coronavac, destinada à imunização da população indígena no estado contra a covid-19. Uma técnica de enfermagem é suspeita de vacinar três familiares.

A polícia se deslocou até os municípios de Barra do Corda e Jenipapo dos Vieiras para colher os depoimentos dos envolvidos. Na ocasião, os familiares confirmaram que receberam a dose da vacina e a técnica afirmou que participou da ação.  

Após as investigações, outro profissional de saúde a qual a técnica de enfermagem estava subordinada foi identificado. O enfermeiro acompanhou a aplicação indevida das doses, tendo, inclusive, feito registros da aplicação em um dos parentes da mulher.

Os dois profissionais da saúde foram indiciados pela Polícia Federal, a enfermeira por peculato e o enfermeiro por peculato a título de omissão imprópria, pois figurava na posição de garantidor e deveria agir para impedir a vacinação irregular.