Featured Video Play Icon

Apenas dois estados continuam representados na Copa do Nordeste de 2021: Bahia e Ceará. Após as classificações de Bahia, Vitória e Fortaleza, neste domingo (18) foi a vez do Ceará se garantir nas semifinais ao derrotar o Sampaio Corrêa por 3 a 0 na Arena Castelão.

No próximo sábado (24), em horário a ser definido pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o Vozão, atual campeão, enfrenta o Vitória, dono de quatro títulos, em jogo único por vaga na final. Na edição do ano passado, os clubes duelaram por vaga na semifinal, com o Alvinegro de Porangabussu levando a melhor após duas partidas.

O duelo na Arena Castelão transcorreu sem grandes emoções até a metade do segundo tempo, quando o Ceará decidiu o confronto em três ataques seguidos. Aos 27 minutos, o lateral Bruno Pacheco aproveitou a sobra de um chute rebatido do atacante Felipe Vizeu e finalizou para dentro da área. A bola desviou no zagueiro Allan e foi para as redes.

Aos 29, Saulo Mineiro puxou contra-ataque com enorme liberdade. O goleiro Mota conseguiu travar o atacante, mas a bola rebateu nos pés do meia Vina, que abriu na esquerda para o atacante Stiven Mendoza, que devolveu para Saulo marcar o segundo. Aos 33, após passe de Bruno Pacheco na área, Vizeu girou e bateu no canto esquerdo de Mota. O quarto gol só não saiu nos acréscimos porque Vina cobrou um pênalti no travessão.

Para o volante do Sampaio Corrêa, André Luís, já era esperado um confronto difícil pela qualidade da equipe do Ceará. “Nosso time veio sabendo da qualidade do adversário, fizemos um bom primeiro tempo, mas no segundo tempo tivemos alguns minutos de desatenção e eles mataram o jogo. Isso serve de aprendizado para o elenco e agora vamos trabalhar para trazer alegria ao torcedor boliviano”, disse o volante.