Barroso comunica ao Plenário compra de novas urnas eletrônicas

Durante abertura da sessão de julgamentos desta quinta-feira (15), o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, comunicou ao Plenário sobre a licitação que será realizada para compra de novas urnas eletrônicas.

O ministro informou que a audiência pública que será realizada amanhã, às 14h, é o primeiro passo para o processo de licitação, que segue as exigências da Lei nº 8.666/1993. O objetivo da audiência é colher subsídios e informações de empresas especializadas e da sociedade em geral para o aprimoramento do projeto básico elaborado pela Secretaria de Tecnologia da Informação (STI) do TSE.

A licitação ocorrerá por meio do Sistema de Registro de Preços e deve adquirir até 176 mil urnas eletrônicas que serão utilizadas nas Eleições 2022.

“As urnas têm prazo de validade e, portanto, precisamos renová-las periodicamente. Para evitar esse custo, já está constituído um Grupo de Trabalho que busca encontrar mecanismos e alternativas talvez mais baratas do que as urnas eletrônicas. Mas, até o momento, não temos nada que nos dê segurança plena e, portanto, ainda dependemos das urnas que têm se revelado seguras ao longo dos anos”, finalizou o presidente.