Brasil vai três vezes ao pódio no último dia do Grand Slam de Tbilisi

O judô brasileiro conquistou três medalhas no último dia do Grand Slam de Tbilisi (Geórgia). Neste domingo (28), Rafael Silva, o Baby, levou a prata na categoria acima dos 100 quilos. Entre  judocas acima de 78 quilos, teve Brasil em dose dupla no pódio, com os bronzes de Beatriz Souza e Maria Suellen Altheman.

Baby estreou imobilizando o uzbeque Shokhruh Bakhtiyorov, o que lhe garantiu a pontuação de um ippon (golpe perfeito, quando derruba o adversário de costas). Em seguida, superou o georgiano Saba Inaneishvili com dois wazaris (quando o atleta golpeado cai com parte das costas no tatame; rende um ponto), também equivalentes a um ippon.

Na semifinal, o brasileiro venceu o cubano Andy Granda, que estourou o limite de punições por falta de combatividade. A decisão contra o georgiano Gela Zaalishvili, campeão do Grand Slam de Tel Aviv (Israel), foi bem equilibrada e decidida no golden score (tempo extra, em que quem pontuar, ganha), quando o judoca anfitrião encaixou um ippon e garantiu a vitória.