“Vacinamos 1,7 milhão em média por dia contra covid-19, mas queremos mais” diz, Biden

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou nesta sexta-feira, 19, que o país tem conseguido vacinar 1,7 milhão de pessoas por dia contra a covid-19, mas pretende conseguir ritmo ainda mais alto na iniciativa. Ele realizou discurso em uma fábrica de imunizantes da Pfizer no Estado do Michigan, afirmando que os EUA caminham para superar a promessa de distribuir 100 milhões de doses do imunizante nos primeiros 100 dias de seu governo. No evento, o executivo-chefe da empresa, Albert Bourla, disse que a companhia deve dobrar o número semanal de doses entregues ao país “em algumas semanas”.

Biden disse que o número de pessoas vacinadas diariamente praticamente dobrou atualmente, em comparação com uma semana antes de sua posse. Em sua fala, fez uma defesa enfática da segurança das vacinas, ressaltando o quanto elas são testadas para garantir sua eficácia, e também garantiu que seu governo “será movido pela ciência”.

O presidente ressaltou a importância da adoção de medidas como o uso de máscaras e a lavagem das mãos para conter a pandemia. E falou sobre as dificuldades grandes ainda enfrentadas por muitos pelo país, diante do elevado desemprego e dos efeitos da covid-19. Nesse contexto, voltou a defender a aprovação de estímulos fiscais pelo Congresso. “Pretendemos criar 7 milhões de empregos neste ano” com o apoio das medidas, afirmou.

Biden mostrou otimismo com a capacidade de recuperação do país, mas admitiu que a trajetória “não vai ser fácil” e deve incluir “alguns sobressaltos” pelo caminho.