SEMA realiza fiscalização durante períodos de defeso do caranguejo-uçá

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA), por meio da Superintendência de Fiscalização e do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA), realizou ações fiscalizatórias durante o primeiro e segundo período de defeso do caranguejo-uçá (Ucides cordatus), que seguiram, respectivamente, de 14 a 19 de janeiro, e de 29 de janeiro a 3 de fevereiro, em todo o Maranhão. No total, são quatro períodos de defeso e o encerramento se dá no mês de abril em todos os estados participantes, sendo eles: Amapá, Maranhão, Pará, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia.

O objetivo das operações foi combater a pesca, transporte e comércio irregular e ilegal do caranguejo-uçá. Bares, barracas, restaurantes, portos, mercados e feiras, além de vários pontos de comercialização dos crustáceos foram alvos da operação. Nos dois primeiros períodos foram realizadas ações de fiscalização na região metropolitana de São Luís, Resex do Delta (Morro do Meio e Torto) e APA dos Pequenos Lençóis Maranhenses.

No total, foram apreendidos cerca de 300 espécimes de caranguejo-uçá vivos, que foram soltos em local apropriado e aplicados autos de infração e multas. Paralelamente ao período de defeso do caranguejo-uçá, fiscais da SEMA realizaram ações para apurar possíveis crimes ambientais praticados na região da APA dos Pequenos Lençóis Maranhenses, tais como: ocupações irregulares em áreas de manguezais e estabelecimentos comerciais sem licença ou autorização dos órgãos ambientais competentes. Ao todo, foram aplicados mais de R$ 120 mil em multas e autos de infração, somados os dois períodos.

As ações de fiscalização acontecerão até o final do período de defeso, no mês de abril.

Confira os períodos do defeso do caranguejo-uçá em 2021:

– 1° Período: 14 a 19 de janeiro;

– 2° Período: 29 de janeiro a 3 de fevereiro;

– 3° Período: 28 de fevereiro a 5 de março;

– 4º Período: 29 de março a 3 de abril.