Featured Video Play Icon

A quantidade reduzida de viagens realizadas pelos ferry boats que fazem a travessia da Ponta da Espera ao Cujupe tem sido alvo de reclamação dos motoristas. Segundo quem sempre viaja, outro problema são as filas de embarque na travessia que chegam a 10 horas de espera.

A promotora de Justiça de Defesa do Consumidor de São Luís, Lítia Cavalcanti, confirmou a existência de ferrys quebrados e criticou a qualidade da prestação do serviço das empresas de transporte aquaviário. Em dezembro do ano passado, o Ministério Público do Maranhão firmou um acordo com a MOB e a empresa de administração portuária (Emap), para que as concessionárias garantissem mais qualidade nos serviços.

Por meio de nota, a Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB) disse que todas as viagens estão sendo realizadas dentro do horário previsto.

Com informações do repórter Judson Carvalho.