TJMA autoriza fechamento de agências do BB; sindicato vai recorrer

Em decisão monocrática proferida nessa terça-feira (10/02), o desembargador Guerreiro Júnior, do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA), suspendeu os efeitos da liminar concedida pela Vara de Interesses Difusos e Coletivos de São Luís, que havia determinado a suspensão do fechamento das agências do Banco do Brasil em todo o país enquanto durasse a pandemia do coronavírus.

De acordo com a decisão que deu provimento ao agravo interposto pelo BB, a suspensão da reestruturação geraria “danos financeiros irreparáveis” para o banco. Com a decisão do magistrado, o BB poderá dar continuidade ao processo de reestruturação, que visa demitir 5 mil bancários e fechar 361 agências em todo o território nacional.

No Maranhão, o Banco do Brasil anunciou o fechamento de cinco agências, sendo duas em São Luís (Cohatrac e Reviver), Bacabal (Agência Texeira Mendes), Imperatriz (Praça da Cultura) e Caxias (Volta Rendonda). Além da  transformação de outras duas em postos de atendimento, nas cidades Governador Archer e Santa Quitéria.

Autor da ação que culminou na suspensão do fechamento das unidades do Banco do Brasil em todo o país, o SEEB-MA irá recorrer da decisão. “Afinal, acima do lucro dos bancos, está a vida das pessoas, ainda mais em meio a esse crise sanitária sem precedentes” – afirmou o diretor do Sindicato, Dielson Rodrigues.