Polícia Civil investiga a participação de policiais militares em morte de comerciante

Na última terça-feira (2), foi encontrado o corpo do comerciante Marcos Santos, conhecido como Marquinhos, que estava desaparecido desde segunda (1º), quando foi levado por policiais da 15º Batalhão da Polícia Militar, em Bacabal, a 347 km de São Luís. Segundo as investigações da Polícia Civil, três policiais militares são suspeitos do crime.

Familiares encontraram o corpo do comerciante no povoado Fazenda Cancelar, em São Luís Gonzaga do Maranhão, com marcas de tiro e sinais de violência. De acordo com testemunhas, Marcos foi colocado à força dentro de um carro por policiais militares do 15º BPM que estavam trabalhando sem fardamento e alegaram investigar a compra de carneiros furtados em uma fazenda. Depois do episódio, o comerciante não foi mais visto.

Em depoimento os policiais suspeitos, afirmaram que houve troca de tiros com o comerciante, o que ainda está sendo investigado pela Polícia Civil.

O secretário de Segurança Segurança Pública, Jefferson Portela, viajou até a cidade de Bacabal, para acompanhar as investigações e em vídeo divulgado nas redes sociais, afirmou que “não se combate o crime praticando crime” e que os responsáveis serão responsabilizados.

Veja o vídeo na íntegra