Caso Mariana Costa: Lucas Porto vai a júri popular em fevereiro

Após quatro anos, foi marcado para o dia 24 de fevereiro, no Fórum Desembargador José Sarney Costa, em São Luís, o julgamento de Lucas Porto, acusado de ter estuprado e assassinado a publicitária Mariana Costa em 2016.

Mariana era filha de Sarney Neto e sobrinha-neta do ex-presidente José Sarney. A vítima tinha 33 anos, duas filhas e foi encontrada morta em seu apartamento, no bairro Turu. O laudo médico apontou que ela foi estuprada e morta por asfixia.

Lucas Porto era casado com a irmã de Mariana, após ser preso confessou o crime que teria sido motivado por uma atração que ele sentia por Mariana. O acusado segue preso no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde responde pelos crimes de estupro, homicídio e feminicídio.