Dois policiais são mortos nas últimas 24 horas; IML registra outras 4 mortes violentas

O Instituto Médico Legal recebeu pelo menos 10 corpos nas últimas 24 horas. Seis foram alvo de arma de fogo e dois deles eram de policiais.

No primeiro caso, o Tenente-coronel da PM Ronilson reagiu a um assalto no Cohatrac. No segundo, um policial civil identificado como Salomão Santos foi morto a tiros próximo à UPA do Parque Vitória. Ele era funcionário do Instituto de Criminalística – ICRIM. As informações foram apuradas pelo repórter Bial Mendes, da Difusora FM.

A Polícia Militar do Maranhão divulgou nota de pesar pela morte do Tenente-coronel Ronilson:

“É com pesar, que a Polícia Militar do Maranhão informa o falecimento do tenente-coronel PM RONILSON Gomes Pinto, 46 anos. O militar foi morto no final da tarde de quinta-feira (28), vitima de arma de fogo, em São Luís-MA.

Em seus 24 anos de serviço policial militar, o Oficial deixa um legado por ter desempenhado com responsabilidade e senso de profissionalismo as funções a ele atribuídas.

Neste momento de tristeza e vazio deixado por nosso irmão de farda, o Comandante Geral da Polícia Militar do Maranhão, em nome dos oficiais, praças e funcionários civis da corporação, se solidariza com amigos e familiares.”

O Sindicato dos Policiais Civis emitiu nota sobre a morte de Salomão Santos:

“O Sindicato dos Policiais Civis do Maranhão, SINPOL – MA, lamenta profundamente o assassinato do servidor da Segurança Pública, o Auxiliar de Perícia Médica da Policia Civil  Salomão Matos dos Santos, 32 anos  ocorrido no dia de ontem (29) em São Luís do Maranhão.

Profissional exemplar, serviu com toda dedicação e empenho suas atividades nos lugares por onde passou.

O SINPOL se solidariza com familiares e amigos que partilham a dor pelas suas partidas. A todos o nosso mais profundo pesar.”