Governo e parceiros reforçam estratégias para educação nos municípios

Em um encontro que reuniu prefeitos, secretários municipais e especialistas em educação, parlamentares e dirigentes de órgãos e entidades, nesta quinta-feira (17), o Governo do Maranhão reafirmou o compromisso com a alfabetização e a qualidade da aprendizagem de todos os estudantes do território maranhense. Com a presença de mais de mil pessoas de todo o estado, o encontro ocorreu de forma online, pela plataforma do YouTube, da Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

“Estamos vivendo o maior desafio geracional, o maior desafio do nosso tempo. Entre as vítimas silenciosas dessa terrível pandemia estão, em primeiro lugar, as pessoas que estão perdendo suas vidas, e também nossos estudantes, triste vítimas. Nós temos que correr para compensar essa tragédia, ao máximo quanto possível, reduzir danos, porque é inadmissível que toda essa geração de estudantes fique dois anos afastada do espaço escolar. É uma tragédia a ampliação da evasão escolar, a inserção precoce no mundo do trabalho, a perda da continuidade metodológica, porque estamos vivendo condições atípicas. Esse é um contexto muito difícil, mas temos que nos fortalecer, dobrar esforços para compensar isto. Quem combate as trevas é a luz, e a educação é luz. Por isso, esse momento é de enorme importância para que nós possamos continuar essa nossa caminhada e fortalecê-la nesse âmbito. Vamos lutar por isso”, disse o governador Flávio Dino.

Na oportunidade, foi lançada a publicação Sistematização da Política Colaborativa do Maranhão, produzida pelo Movimento Colabora Educação, em parceria com a Seduc e o apoio técnico das organizações: Todos Pela Educação e EloGroup. O documento aponta práticas de governança e do Regime de Colaboração entre estado e municípios, nas etapas de educação infantil e ensino fundamental. Além de organizar a memória da experiência, a publicação pode servir como referência para outros estados e municípios.

“Esse documento é algo concreto e que está espalhado nos 217 municípios maranhenses, graças à participação fundamental de cada prefeito desse estado. O estudo aponta os fatores de sucesso para uma efetiva prática do regime de colaboração. No Maranhão, sob a liderança do governador Flávio Dino, temos um governo presente, demonstrando que a educação é prioridade, através do diálogo aberto com os diversos órgãos e setores ligados à educação e governança, para que todos entendam que esse desafio é de todos nós. O Programa Escola Digna e o Pacto pela Aprendizagem são demonstrações de que temos um único objetivo, a gestão com resultados na aprendizagem, e isso se tornou uma bandeira política do Maranhão, dando aos estudantes as condições dignas de aprendizagem, com professores qualificados e valorizados”, enfatizou o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão.

O secretário Felipe Camarão sublinhou, também, o que o Sistema Estadual de Avaliação do Maranhão (SEAMA), instituído somente no governo Flávio Dino, possibilitou, além da avaliação dos estudantes da rede estadual, que as prefeituras, sem custo, aplicassem a avaliação e monitoramento de suas redes de ensino. “Ações que representam um novo momento da educação pública do nosso estado. E, agora, quero conclamar a todos para uma grande cruzada pela educação para o retorno híbrido das aulas, de forma que possamos minimizar os efeitos negativos da pandemia na aprendizagem dos estudantes da rede pública”, ressaltou.