Somente nos primeiros 22 dias de janeiro foram realizadas 72 prisões na capital

O número de prisões na capital em janeiro aumentou 148% em relação ao mesmo período do ano passado, conforme dados Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC) divulgados nesta terça-feira (26). O levantamento leva em consideração que somente nos primeiros 22 dias de janeiro deste ano, foram realizadas 72 prisões, sendo que em todo o mês de janeiro do ano passado, só foram registradas 29 prisões.

O balanço da SPCC também mostra que o percentual das prisões relacionadas ao combate dos homicídios é ainda maior com um crescimento de 166% em relação ao mesmo período de 2020. Saltando de seis prisões em janeiro do ano passado, para dezesseis prisões este ano.

Para a superintendente da Capital, delegada Viviane Fontenelle, o resultado é consequência da implementação de uma série de medidas que buscam ampliar e fortalecer as atividades realizadas pelo órgão.

“Esse resultado é fruto de um trabalho contínuo da Secretaria de Segurança Pública e dos seus órgãos visando sempre melhorar a prestação de serviços à população, e que resultou em diversas medidas já implementadas pela SSP. Dentre elas, está o fortalecimento das seccionais que aumentaram o seu efetivo, proporcionando uma ação mais rápida e eficiente na elucidação dos delitos e realização de prisões. Tais unidades se tornaram de fundamental importância, pois possibilitam o avanço das investigações junto às demais unidades, e, consequentemente, conseguimos dar uma resposta mais rápida a população”, afirmou.