Featured Video Play Icon

O período de chuvas já chegou e a população deve ficar atenta com riscos em relação aos problemas de saúde, sobretudo os respiratórios. Os diagnósticos de alergias, gripes, resfriados e viroses crescem ainda mais nos meses de janeiro a abril na capital.

A doutora em imunologia Rossane Guerra explica como o clima afeta o sistema imunológico das pessoas, sobretudo crianças e idosos. “As variações de temperatura e umidade são mais frequentes nesse período e também existem mais fungos no ar, o que torna a propagação maior em ambientes fechados”, ressaltou a especialista.

Os casos de dengue, zika e chikungunya também costumam ter aumento nesse período. Por isso, os cuidados com água parada devem ser redobrados, assim como a higienização com caixas d’água e recipientes que podem acumular água.