Parte física e protocolo de segurança contra a Covid-19 são as armas de Palmeiras e Santos para a final

A semana de preparação para a grande final da Taça Libertadores da América entre Palmeiras e Santos será interrompida nesta terça-feira (26), pois as duas equipes tem compromisso pelo Campeonato Brasileiro. As duas equipes, provavelmente, adotarão a estratégia do uso de time misto, com o intuito de cuidar da parte física dos atletas.

Além da parte física, outro ponto que está sendo tratado com muito cuidado é seguir as normas de segurança contra a Covid-19. Atletas como Marinho, por exemplo, não foi acometido com a doença e por isso é tratado com todo cuidado pela comissão técnica.

Do lado palmeirense, atletas como Felipe Melo e Zé Rafael, que também não foram contaminados pela doença, treinam usando máscaras de proteção. Fora das atividades, o protocolo é exigido com bastante rigor. Mesmo com o surto que atingiu quase todo o grupo, o Palmeiras se cuida para evitar novos casos.

Nesta terça-feira (26), o Palmeiras recebe o Vasco às 20h, no Allianz Parque, em jogo atrasado da primeira rodada. Já o Santos, no mesmo horário, enfrenta o Atlético-MG pela 28ª rodada, no Mineirão. O Palmeiras está em quinto lugar; o Santos, em décimo.

Palmeiras e Santos se enfrentam na final da Taça Libertadores da América no próximo sábado (30), às 17h, no Estádio Maracanã. A partida terá transmissão da TV Difusora.