Defesa Civil coordena retirada de famílias de área de risco

A Defesa Civil da Prefeitura de São Luís, vinculada à Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (SEMUSC) participou, na quarta-feira (13), de uma reunião técnica com outros órgãos para discutir sobre a demolição da torre de uma antiga olaria no Parque Brasil, localizado na região do Quebra Pote, Zona Rural da cidade e que está na iminência de desmoronar. Por esse motivo, as famílias que residem nas imediações serão retiradas, devido ao risco que correm.

“A Defesa Civil sempre está apta para intervir em qualquer situação que coloque em risco a vida das pessoas. Nós atuamos nessa prevenção, ou seja, não podemos esperar que o pior aconteça. E nossos profissionais estão atentos a essas eventualidades”, enfatizou o titular da SEMUSC, Marcos Affonso.

De acordo com o superintendente da Defesa Civil de São Luís, Alexssandro Nogueira Costa, a torre é muito alta, o que aumenta o risco de atingir as pessoas que residem no local em caso de desabamento. “A Defesa Civil vai contribuir com a mudança desses moradores, que serão colocados em um lugar seguro, longe da torre. E já fizemos laudos técnicos para ajudar nessa questão da derrubada da torre”, esclareceu Alexssandro Nogueira.

Ainda segundo o superintendente, a retirada das famílias ocorrerá até esse fim de semana, conforme planejamento entre todos os órgãos envolvidos e a empresa privada que fará a demolição.

Participaram da reunião, além da SEMUSC, a Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (SEMCAS), a Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (SEMURH) e a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (SEMOSP).