Suspeito de integrar quadrilha que causou prejuízo de quase 13 milhões a banco virtual é preso em São Luís

A Polícia Civil do Maranhão, através da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), prendeu um homem suspeito de ser um dos um dos líderes de uma organização criminosa de “Hackers” de Imperatriz. De acordo com a polícia, o prejuízo chegou a quase 13 milhões.

O suspeito foi localizado em um condomínio no bairro do Calhau, em São Luís e com ele foram encontrados a quantia de R$ 15.000,00, dois notebooks, vários chips, bolsas de grife, celulares, comprovantes de transferências bancárias e uma pequena quantidade de drogas.

Ainda segundo os policiais, a prisão é um desdobramento da Operação Ostentação que vem investigando esta quadrilha que causou prejuízo de quase R$13.000.000,00 ao banco virtual Nubank. A operação foi deflagrada nas cidades de São Luís, São José de Ribamar, Paço Do Lumiar, Imperatriz, Coroatá, Carolina, Açailândia, São João do Paraíso, Governador Nunes Freire e nos Estados do Goiás e Tocantins em dezembro de 2020.