Dirigir acima da velocidade foi a infração mais registrada em 2020

113.526 multas por transitar em velocidade superior a máxima permitida em até 20% foram registradas em 2020 pelo Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA). Outras 14.492 infrações foram registradas por transitar em velocidade superior a máxima permitida em mais de 20% ate 50%. As duas infrações foram as maiores no ano de 2020.

Ao todo, 232.357 multas foram emitidas pelo Detran. Dentre essas, 770 infrações foram por dirigir sob a influência de álcool. No primeiro domingo de 2021, a “Operação Lei Seca” abordou 128 veículos e realizou 120 testes com o etilômetro. Houve 08 infrações por recusa ao teste e 03 condutores foram autuados por dirigir sob o efeito de álcool.

Lei Seca

O educador do Detran-MA, Pábyo Mendes, que coordenou a ação, destacou que as blitzen das “Operações Lei Seca” têm contribuído para a conscientização dos condutores. “Temos percebido que cada vez mais pessoas estão preferindo deixar seus carros em casa, ou estão levando alguém que não bebe para condução do veículo”, ressaltou.

A Lei 11.705, também conhecida como “Lei Seca”, foi criada em 2008. Desde então, a Legislação de Trânsito incorporou outras leis que tornaram ainda mais pesadas as penalidades para os condutores que dirigirem sob o efeito de álcool. 

Em 2012, a Lei n° 12.760 passou a considerar crime quando o teste com o etilômetro registrar a partir de 0,34 mg/L. Já em 2016, a Lei n° 13.281, acrescentou o art. 165-A ao Código de Trânsito Brasileiro, tornando a recusa ao teste do etilômetro em infração gravíssima, e também aumentou o valor da multa, que passou a custar R$ 2.934,70.