Recém entregue, Praça das Mercês passa por vandalismo no Centro da capital

Uma obra que foi entregue recentemente pela Prefeitura de São Luís, em parceria entre o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e a empresa Vale, a Praça das Mercês tem passado por problemas de vandalismo e pichações.

O espaço é mais uma obra que veio com o intuito de atrair turistas e os próprios moradores da capital para prestigiar o local. O espaço recebeu a pavimentação em piso de alta resistência e estacionamento em piso intervalado, além instalações hidrossanitárias e de drenagem urbana. As intervenções incluíram novas instalações elétricas, iluminação pública e, por fim, a realização de paisagismo.

A Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc) enviou uma nota informando que vai verificar a ocorrência e trabalhar para evitar esse tipo de vandalismo.

Segue a nota: A Semusc informa que as viaturas do Grupo de Apoio ao Turismo (GAT), da Guarda Municipal de São Luís, realizam rondas na Praça das Mercês e em todo o entorno. A Semusc comunica, ainda, que já está providenciando a instalação de um posto do GAT na praça, a fim de evitar vandalismos e outras situações de depredação do espaço público.

A praça está situada no entorno imediato do Centro Histórico de São Luís, tombado pelo Iphan como Patrimônio Cultural do Brasil em 1974. A área do tombamento federal reúne cerca de mil edificações que datam dos séculos XVIII e XIX. Devido à sua tradição cultural diversificada, o Centro Histórico também é reconhecido pela Unesco como Patrimônio Mundial desde 1997.