Parque São João Paulo II é inaugurado em São Luís

Uma celebração religiosa marcou a inauguração do espaço. Estiveram presentes o governador Flávio Dino e o Arcebispo de São Luís, Bom Belisário. O papa esteve na cidade no mês de outubro de 1991, celebrando missa campal no Aterro do Bacanga.

Ocupando área de 64 mil metros quadrados, o espaço está estruturado com vários itens, incluindo praças, jardins, playground, praça da alimentação, local para feiras e eventos. O projeto do Governo revitalizou ainda a Capela e o memorial São João Paulo II.

A obra do parque integra a política de revitalização dos espaços públicos e expansão de parques estaduais. Nesta política estão incluídos os parques do Rangedor, Itapiracó, Lagoa da Jansen, Parque Ambiental de Codó e outros, já recuperados e entregues.

Líderes de outras religiões também marcaram presença na celebralão, como o presidente da Federação de Umbanda e Culto Afro Brasileiro do Estado do Maranhão e Biné Gomes Abinakó; da Federação Espírita do Maranhão, Jacob Martins.

Com a recuperação do Parque São João Paulo II se consolida a requalificação da área urbana do Aterro do Bacanga. Agora, o local, que antes estava abandonado, passa a ser ponto de cultura, convivência e prática de todas manifestações religiosas. Um resgate à memória da visita do papa ao Maranhão. O espaço vai funcionar das 15h às 21 horas.

Em 14 de outubro de 1991 o Papa João Paulo II visitava a capital maranhense como parte de uma viagem por várias cidades brasileiras. Na época foi construída uma estrutura conhecida como Papódromo, de onde o santo padre rezou uma missa para milhares de pessoas no Aterro do Bacanga. Após a visita o local ficou abandonado por vários anos. A construção foi restaurada e integra o Parque São João Paulo II.