“Permanece o problema principal: não existe vacinação sem vacinas”, diz Dino

O governador do Maranhão, Flávio Dino, comentou em suas redes sociais sobre o Plano Nacional de Vacinação contra o coronavírus, divulgado hoje pelo Governo Federal. Apesar de considerar um passo importante, Dino ressaltou não há vacinação sem vacinas.

O Ministério da Saúde afirma já negociar cerca de 350 milhões de doses de imunizantes para 2021, sendo que a imunização deve exigir duas aplicações em cada pessoa. Mas, segundo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, vacinação contra a covid-19 deve ser iniciada no País em “meados de fevereiro”.

Nesta semana, o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, assinou memorando no Instituto Butantan reafirmando a intenção do Governo do Maranhão em adquirir as vacinas contra a Covid-19. O objetivo é garantir, inicialmente, 200 mil doses para a primeira fase da vacinação.