Acusado de assassinar Mariana Costa vai a julgamento em fevereiro

Após quatro anos, Lucas Porto, acusado de estuprar e assassinar Mariana Costa, será julgado em 24 de fevereiro de 2021. O crime aconteceu em 2016, em São Luís, quando a vítima foi encontrada morta em seu apartamento.

As investigações apontaram que ela foi estuprada e morta por asfixia. O crime foi confessado por Lucas, cunhado de Mariana, que na época informou que a motivação foi uma forte atração que sentia. Ele segue preso no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, e responde pelo crime de estupro, homicídio e feminicídio.

Mariana Costa tinha 33 anos, duas filhas e era sobrinha-neta do ex-presidente José Sarney. Lucas era casado com irmã de Mariana.