Premiação aos campeões dos JELs é realizado na capital

A Secretaria Municipal de Desporto e Lazer (Semdel), realizou nesta sexta-feira (11), no Ginásio Tião, localizado no Parque do Bom Menino, a cerimônia de premiação dos campeões dos Jogos Escolares Ludovicenses (JELs) em parceria com a Federação Maranhense do Desporto Escolar (Femade).

Devido a pandemia do coronavírus, os jogos foram realizados sem a presença do público, que acompanharam as competições por meio da transmissão virtual. O evento integra as ações de incentivo e fomento ao esporte

A solenidade de premiação dos campeões seguiu à risca as medidas preventivas de combate à covid-19. Nesta edição, subiram ao pódio, recebendo medalhas de primeiro, segundo e terceiro lugar, os alunos de várias escolas municipais da capital.

Os estudantes concorreram às seguintes modalidades: capoeira, ginástica rítmica, karatê, surfe, taekwondo, xadrez e futsal.  A Copa São Luís de Escolinhas de Base de Futebol de Campo, que também integra a competição, é a única modalidade que ainda não encerrou e cuja grande final ocorre no dia 27 de dezembro.

“A edição de 2020 dos JELs foi completamente atípica, mas conseguimos envolver nossos alunos. O esporte é uma ferramenta importante para a sociedade e é, por isso, que, seguindo orientação do prefeito Edivaldo, fizemos questão de realizar os jogos escolares mesmo que de forma virtual. Agora, chegou o grande dia de premiarmos os destaques da competição, que deram o melhor para conquistar as medalhas. Meus parabéns a todos os medalhistas e a todos que participaram e abrilhantaram os JELs”, pontuou o titular da Semdel, Jasson Lago Junior.

Para o presidente da Femade, Hamilton Ferro, o balanço dos JELs é bastante positivo. “É claro que gostaríamos de ter realizado as disputas esportivas in loco, mas, infelizmente, não foi possível. Os JELs 2020 foram uma alternativa importante para fazer com que crianças e jovens continuassem praticando suas modalidades apesar da pandemia. A Femade agradece à Semdel e a todos que acreditaram neste projeto que entra para a história do esporte maranhense”, ressaltou.